Eleve o Cosmo que há no seu Coração!

Últimos assuntos
» Missoes Sonolentas
Ter Nov 29, 2016 6:31 am por Kusoku

» Retorno Do Leão!
Qui Set 29, 2016 9:34 am por Asgardian de Leão

» Votos de Inhem
Sab Ago 22, 2015 4:42 pm por Tenzen de Andrômeda

» Reino de Athena
Qui Fev 05, 2015 2:29 pm por Helena de Dragão

» Ficha de Helena de Dragão
Qui Fev 05, 2015 1:17 pm por Helena de Dragão

» Volte,Saint Seiya Legends!!!!!
Qua Maio 07, 2014 6:43 pm por Kusoku(Sonon)

» [Apresentação de Noriaki]
Dom Mar 30, 2014 9:13 pm por Noriaki

» Aya Aqui..................
Qui Mar 27, 2014 12:22 pm por Ushiromiya Aya

» [Sobre o fórum] Perguntas.
Dom Mar 23, 2014 7:45 pm por Takeru de Libra

Vote no Top 30
Top30 Brasil - Vote neste site!
Ranking Top30 Brasil
Os membros mais ativos da semana

Parceiros
HpTheGame

Top dos mais postadores
'Kyon de Escorpião (248)
 
Jeff de Aquário (180)
 
Takeru de Libra (140)
 
Shogun (102)
 
Tenzen de Andrômeda (86)
 
Fudou de Órion (64)
 
Hitsugaya de Câncer (55)
 
Hyoudou Issei (28)
 
Bee de Touro (26)
 
Kenshiro De Griffon (24)
 


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Liberações de Takeru{Sentidos}

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Liberações de Takeru{Sentidos} em Qui Jan 23, 2014 1:57 pm



Sétimo 7 º Sentido: Sokara(Necessário ser nível 25)
Descrição: O sétimo sentindo, é um sentindo muito mais elevado que o sexto. Cavaleiros que tiverem despertado o sétimo sentido podem utilizar técnicas na velocidade da luz. Ao ativar o sétimo sentido você ganha 2000 de cosmo e 2000 vida.
Velocidade máxima alcançada em batalhas:2450.088(dois mil quatrocentos e cinquenta ponto oitenta e oito) KM/h(Cavaleiro de prata comum).Velocidade máxima alcançada em batalhas após o nivel 30:4.900(quatro mil e novecentos) Km/h

História:
golpes,e não desisti,e continuei a luta.Meu mestre diz

-Ryuho:Takeru,Você é bem forte!Ainda sim,Não me vencerá sem a armadura!Seria praticamente como suicidar-se,afinal,eu domino perfeitamente a cosmo energia

-Takeru:Mestre,Ainda sim não quero mata-lo,não quero me ver obrigado a usar a armadura!Afinal,Não sei sua origem,e você nunca foi cavaleiro eu acho

-Ryuho:Você é que pensa!Tome esses golpes Takeru,concentre-se!Ja!

Meu mestre me deu golpes bem fortes.Pelo visto o cosmo do meu Mestre apesar de meio velho ainda estava forte e aceso. Eu deixei de lutar fraco e parti pra cima dele com tudo que tenho,Meu mestre esquivou sem problemas. Meu mestre ainda sim não se impressionou com meu poder,e assim,ele me desferiu um soco,muito forte,porém,o que mais impressionou a mim sem duvidas foi o cosmo do meu Mestre emanando fortemente.Assim,Continuamos o treino,ele me atacou novamente,senti que eu tinha que usar minha armadura.Quando vi,Um dos mensageiros do Santuário apareçeu.Ele veio correndo,e ficou tremendamente cansado.Meu Mestre Estranhou um guarda de Santuário aqui.Assim,ele caminhou até o guarda ,Que estava parada e assim Meu Metsre Ryuho ao se aproximar dizia

-Ryuho:O que esta fazendo aqui?Sei muito bem que você é um guarda do santuário!Não esqueceria esse uniforme...Enfim,afinal de contas o que você quer?

-Guarda:O mestre do santuário quer que eu leve comigo o Cavaleiro de Bronze de Dragão,Que esta Aqui senhor!É o senhor?

-Takeru:Não!Esse é meu mestre,Sou eu o cavaleiro de Bronze de Dragão!

-Guarda:Peço pra que você vá comigo!O mestre do Santuário,Nosso lider,Disse que queria um Cavaleiro de Bronze aqui!Sendo assim,vamos,Venha comigo!Por favor

-Takeru:Esta Bem*pega urna* Mestre até logo,vou ver o que o Grande Mestre do Santuário quer comigo

-Ryuho:Esta bem Takeru......

Assim,O Guarda caminhou em direção ao santuário,Na intenção de me levar até Lá. Foi uma longa caminhada até o Santuário eles levaram cerca de 3 dias para chegar lá, quando chegaram lá Bee foi até a sala do Grande Mestre e então o grande mestre disse para ele

Grande Mestre: Takeru de Dragão é você
Takeru: Sim sou Takeru de Dragão grande mestre
Grand Mestre: Eu tenho uma missão para você garoto, um Cavaleiro de Ouro sumiu, ele foi para Itália colher informações e não voltou mais, nenhum sinal dele, você não irá sozinho, você irá mais com outros cavaleiros de Prata e Bronze 8 no total, você me entendeu, só vai lá veja o que aconteceu e volte dependendo chamarei cavaleiros de ouro para ir para lá, quero você aqui no máximo em 5 dias entendeu
Takeru: Sim entendi, 5 dias
Grande Mestre: Leve essa kamui de Athena com você, e se encontrar o cavaleiro de Virgem entregue para ele
Takeru: Por que a Kamui de Athena sr.
Grande Mestre: O Cavaleiro de Virgem é o cavaleiro mais próximo de deus, ele vai saber o que fazer com ela.
Takeru: Entendido

No dia seguinte, logo ao amanhecer, Takeru foi para a entrada do santuário, e lá estava seus companheiros, Cavaleiros de Prata e de Bronze estavam lá prontos para a missão, Takeru guardou muito bem a kamui de Athena e falou para seus companheiros a missão novamente, e no máximo 5 dias eles teriam que voltar para o Santuário, eles concordaram e na hora que o sol nasceu eles saíram do santuário, eles foram no pique, correndo e saltando por árvores, saíram do santuário e foram em direção a Itália. Levou 2 dias e eles chegaram no local destinado, quando eles chegaram lá, parecia que tinha avido uma luta, uma luta das grandes, estava tudo completamente destruído

Takeru: O que será que deve ter acontecido aqui?
???: Você quer mesmo saber o que aconteceu?

uma vós vindo do nada perguntou isso a eles, eles olharam para lá e para cá, para cima para baixo e pros lados e não viram ninguém, eles ficaram em pose de luta

???: Eu sou Asmita de Virgem, eu lutei aqui contra Radamanthys, ele era muito forte
Takeru: Que bom que você está bem, fico feliz, acho que ta na hora de voltarmos para casa

Asmita saiu da escuridão, e estava ele, sua armadura estava brilhando, douradinha, parecia que ele tinha acabado de ganha-la

Asmita: Casa? Não... (Bravo: Vocês irão para o inferno)

A armadura de Asmita que estava dourada começou a se rachar e a cor das trevas surgiu em sua armadura, a cor negra das armaduras dos espectros, takeru perguntou o que estava ocorrendo e ele disse que foi morto e acordou como servo de hades e então ele esticou os dois braços e um clarão aconteceu e...Takeru acordou, mais ele não estava mais na Itália, takeru estava de baixo do gelo, só a cabeça do lado de fora, ele estava desnorteado, ele olhou em volta a única coisa que ele via era gelo em uma imensa imensidão, ele olhou para o outro lado e... levou um susto viu seus companheiros também só que eles estavam mortos, Takeru tentou sair de lá, mais não conseguia ele fez muita força e conseguiu tirar um de seus braços, mais quanto mais se mexia mais ele afundava parecia areia movediça, ou neve movediça nesse caso, e então com mais força ele tirou o outro braço e sua cabeça afundou na neve, ele não conseguia respirar, mais e então ele usou toda a força que tinha e conseguiu sair de lá, sua respiração estava forte, ele tossiu e respirou fundo, ele foi até seus companheiros e confirmou, sim, eles estavam todos mortos, Takeru se desesperou ele não se lembrava de nada do que havia acontecido, ele fechou os olhos e tentou se lembrar, então veio passando na mente dele, o Mestre falando para ele ir para Itália e entregando a kamui da Athena, depois mostra Takeru encontrando seus amigos e guardando a kamui, Takeru viu se a Kamui ainda estava guardada no mesmo lugar e estava, depois ele se lembra de ter chegado ao local e uma vós falando
-Você quer mesmo saber o que aconteceu?
Depois veio um bloqueio em sua mente e ele não conseguiu mais se lembrar de nada, e se ele tentasse sua cabeça doía, Takeru precisava sair de lá, e foi seguindo seu rumo, ele foi correndo por uma trilha que não estava congelada, em poucas horas ele saiu daquelas geleiras e encontrou um lago, ele olhou para o lago tinha várias caveiras nadando, Takeru não iria entrar no lago, pois as caveiras poderiam pegar ele e o afundar, Takeru estava procurando uma saída e viu um pequeno barco e foi até ele, entrou pegou remo e ficou remando, aquelas criaturas fazia sons horrorosos ele chegou até do outro lado e tinha uma cachoeira, ele desceu em solo e começou a escalar, e então Takeru ouviu um barulho e um pequeno tremor, a água da cachoeira parou e foi para cima, do mesmo jeito da cachoeira de rosan, Takeru subiu rapidamente e quando chegou lá ele viu um Cavaleiro, ele se assustou esse cavaleiro era nada mais e nada menos Radamanthys o homem que matou o Cavaleiro de Virgem

Radamanthys: Gostou o que eu fiz? Mesma coisa que os dragões fazem com as cachoeiras, quem sabe eu posso ser um dragão
Takeru: Você vai perder...
Radamanthys: Determinado, então vamos começar
Takeru: Cadê o Virgem
Radamanthys: Eu o matei, e ele o matou
Takeru: Como assim?
Radamanthys: Vocês está no inferno, não sei como você consegue se mexer livremente, mais não importa eu irei mata-lo de uma vez
Takeru: Boa sorte

Sem mais delongas eles já correram um para cima do outro e se socaram, os punhos se colidiram e Takeru voou longe, Radamanthys não, ele ficou parado, a força deles tinha muita diferença pois no inferno Radamathys tinha vantagem por causa do escudo, takeru estava com -50% de força Takeru voou longe e quase caiu na cachoeira, ele se levantou e não sabia o que estava acontecendo ele era muito mais forte que isso, e o soco dele saiu muito fraco, ele foi para cima de Radamanthys tentou dar-lhe um soco e Radamanthys saltou bem alto parecia que ele estava voando, Takeru fez o mesmo ele agachou fez força o chão deu uma pequena rachada e ele voou para cima de Radamanthys, Radamanthys ficou impressionado com o salto de Takeru, eles tinha pulado mais de 100 metros de chão, e então eles começaram a distribuir socos e chutes no ar, Takeru acertou uns e Radamanthys acertou vários, Radamanthys tentou dar-lhe um soco mais Takeru foi mais rápido e conseguiu desviar e deu um chute em Radamanthys que caiu no chão abrindo um buraco, takeru caiu bem em cima dele, e Radamanthys afundou mais no chão, takeru ainda deu um pequeno salto e caiu em cima dele de novo e saltou logo em seguida para trás dando um mortal, Radamanthys se levantou uma de suas asas estava quebrar graças a Takeru e isso o deixou furioso, Radamanthys foi para cima de Takeru que fez pose de defesa, Radamanthys deu um grande soco nele e ele voou longe, Takeru rodopiou no ar e caiu de pé, só que Radamanthys já estava em cima dele e o acertou com uma voadora Takeru caiu no lago e afundou, quando Takeru tentou emergir as cavaleiras pegaram ele e o afundou mais ainda, Takeru estava quase perdendo o ar, ele chegou em uma parte do lado onde era tudo absolutamente escuro não se dava para ver absolutamente nada, então ele queimou seu cosmo e no escuro a única coisa que dava para se ver era seus olhos que brilhavam verde, a água começou a fazer um redemoinho, e Takeru saiu do lago em cima daquele redemoinho, Takeru saltou e deu um enorme soco em Radamanthys, a água foi para cima de radamanthys també, Radamanthys foi lançado para longe, caiu e capotou no chão. Radamanthys deu um sorriso Takeru também, os quatro Aspirantes que Bee derrotou estava impressionado, Takeru iria lutar contra Aldebaran, um Cavaleiro de ouro vs um Cavaleiro de Bronze, claro que Aldebaran tinha mais vantagens, porém, no histórico os Cavaleiros de Bronze há haviam vencido os Cavaleiros de Ouro várias e várias vezes, Aldebaran disse para Takeru não apelar e bem na hora que ele disse isso Bee saiu correndo para cima de Aldebaran, Takeru saltou e tentou dar um soco em Aldebaran, Aldebaran com o cotovelo defendeu, Takeru tocou ao chão, Aldebaran tentou chuta-lo, mais como ele era grande ataques físicos não era se forte ele era lento, Takeru conseguiu saltar para trás para desviar, Takeru deu um sorriso e então... a boca de Takeru começou a sangrar e Takeru e colocou a mão na bochecha, o chute de Aldebaran tinha acertado de raspão em Takeru, Takeru se ajoelhou e colocou as duas mãos no bochecha e ficou gemendo de dor, Takeru cuspiu sangue e limpou o sangue do rosto, Aldebaran cruzou seus braços, Takeru não entendeu nada e foi para cima dele correndo, Takeru chegou bem perto dele e um clarão aconteceu Takeru foi lançado para bem longe, Takeru caiu no chão e ficou capotando até parar, Takeru ficou muito espantado Aldebaran não mexeu absolutamente nenhum músculo, Takeru se levantou e tirou a poeira de sua armadura, takeru ficou parado Aldebaran também, Takeru não iria se mexer e então Aldebaran disse se Takeru não fosse atacar ele iria, um outro clarão aconteceu e takeru foi lançado para o alto e caiu de cabeça no chão, Takeru se levantou depois de alguns segundos que ficou no chão, olhou para Aldebaran e ele estava na mesma posição com os braços cruzados, Takeru não sabia como ele tinha sido atingido, Takeru gritou de raiva e foi para cima dele, takeru ficou correndo em zig zag bem rápido e ele deu um soco na costela de Aldebaran, Aldebaran ficou parado, takeru deu dois passos para trás, Aldebaran saltou e deu um chute rotativo em Aldebaran mais nada aconteceu, e bem na hora que Takeru tocou no chão foi lançado para longe, uma cratera em baixo de Takeru se abriu, mesmo Takeru não tocando no chão, Takeru só parou quando bateu e fincou as costas em um dos pilares, Takeru fez força e saiu do pilar e se ajoelhou e respirou fundo, ele não sabia o que estava acontecendo Aldebaran não se mexia, takeru atacou e acertou dois ataques nele mais nem fez um simples arranhão em Aldebaran, Takeru começou a queimar seu cosmo até o infinito, seu cosmo branco ficou visualizado, Takeru deu um sorriso esticou os braços e sua mão começou a brilhar e água saiu delas, e Takeru gritou Hidro Pump. Uma rajada de água foi lançada para cima de takeru, bem forte e bem água e então acertou Radamanthys, Radamanthys esticou os braços e defendeu o ataque de água facilmente, mais takeru já estava bem em cima dele e canalizou todo o seu Cosmo em seu punho direito e acertou o rosto de radamanthys, e saiu sangue da boca de radamanthys, takeru ficou realmente feliz mais radamanthys logo deu um soco no estômago de takeru, que o buraco do olho de takeru sumiu por alguns instantes e takeru se ajoelhou e radamanthys chutou Takeru que voou longe e saiu arrastando pelo chão até parar, Takeru se levantou e tossiu, ele limpou novamente a poeira de sua armadura e deu risada, Radamanthys perguntou o motivo da alegria e ele disse que conseguiu acertar um Cavaleiro de Ouro, Radamanthys disse que isso não era nada de mais que agora ele não iria mais subestimar Bee e que ele pensou que poderia acabar com Takeru só manifestando seu cosmo mais disse que iria acabar logo com essa luta, Takeru deu um sorriso e disse que não iria deixa-lo usar tecnicas, Takeru saiu correndo para cima de Radamanthys, Radamanthys fez pose de luta, Radamanthys deu um pisão no chão e o chão tremeu Takeru deu uma escorregada e Radamanthys deu um chute no peito de Takeru, porém, Takeru segurou o pé do Radamanthys, Radamanthys desceu o pé e takeru caiu no chão e Radamanthys deu outro chute em Takeru que voou longe, Takeru já tinha destruído o chão da Arena só de ter sido arrastado pelo chão abrindo as crateras, Takeru se levantou ele estava empolgado, Takeru novamente tirou a poeira de sua armadura e ela ficou brilhando novamente, Takeru disse que o pé de Radamanthys era bem pesado, já que quando Takeru tentou segurar com um simples movimento Takeru se estourou no chão, Takeru limpou o sangue que acabará de começar a escorrer de sua boca e respirou fundo, Takeru saiu correndo para cima de Aldebaran, Aldebaran fez o mesmo, Takeru ficou correndo em zig zag para tentar surpreender Aldebaran, mais todos sabiam que não era problema para Radamanthys, quando eles estavam perto um do outro, como o braço do Radamnthys é gigante ele esticou tentando dar um soco em Takeru, Takeru parou de correr bem na hora, e o braço de Radamanthys ficou apenas um milímetro do rosto de Takeru, mais isso já foi o suficiente para mandar Takeru para longe, Takeru ficou rodopiando no ar e caiu de pé, e já voltou correndo para cima de Radamanthys, Radamanthys fez a mesma coisa quando Takeru estava perto dele esticou o braço, Takeru já imaginava que ele tentaria isso e deslisou no chão, Takeru tentou com os dois pés chutar as canelas de Radamanthys, só que impressionantemente Takeru conseguiu saltar para desviar, com todo aquele peso dele Takeru conseguiu desviar com um salto, Takeru se levantou e Takeru tocou no chão e um terremoto aconteceu, para Takeru não escorregar de novo ele deu um pequeno salto, com o salto ele ficou mais ou menos da altura do Takeru, Takeru tentou lhe dar um soco, só que Takeru se apoiou em seu braço e com as duas pernas deu dois chutes no rosto de Radamanthys que deu dois passos para trás, Takeru tocou no solo, e enquanto o Radamanthys estava meio desnorteado Takeru correu para cima dele, agachou canalizou todo o seu cosmo em seu punho direito e deu um gancho em Radamanthys que nessa hora cuspiu sangue e o capacete dele saiu, Takeru quando deu o gancho ficou na mesma altura de Radamanthys, e dessa vez Radamanthys antes de Takeru tocar ao solo deu um chute muito forte em Takeru, o mais forte que ele havia dado em toda a luta, Takeru voou longe atravessou um pilar, continuou voando atravessou o outro continuou voando bateu no muro da arena e começou a atravessar o Muro, Takeru se levantou ele estava com raiva disse que não ia mais perder, sua cosmo energia aumentou Radamanthys ficou sem o que fazer ele estava exausto o cabelo de Takeru ficou todo para cima seus olhos brilharam verde e então a água daquele lago cheio de caveira subiu devido ao cosmo de Takeru e então Takeru disse:

Takeru: Você irá perder Radamanthys essa é a tecnica que aprendi com meu mestre em Rosan Cólera do Dragão

Um dragão apareceu nas costas do Takeru e ele atacou radamanthys, o ataque pegou em cheio e Radamanthys foi derrotado, a armadura dele se partiu e virou poeira cósmica, Radamanthys caiu no lago e as caveiras o pegaram, Takeru havia derrotado seu inimigo aperfeiçoado uma tecnica agora ele precisava sair do inferno mais não sabia como então algo em seu bolso começou a brilhar era a kamui de Athena ele a pegou e ele disse e repetiu Quero voltar para o Santuário. Um clarão surgiu e Takeru saiu do inferno e apareceu na entrada do orfanato, a Kamui servia para isso para o cavaleiro de Virgem voltar para o santuário, mais era tarde de mais, o Cavaleiro de Virgem virou uma cobaia de Hades

Takeru: Grande Mestre eu sinto muito, quando chegamos lá o Cavaleiro de Virgem já estava morto e com a armadura negra, ele nos matou, todos nós estávamos no inferno eu consegui me mexer graças a kamui de Athena que eu portava em meu bolso, eu enfrentei Radamanthys e o derrotei. Hades ainda não despertou, o inferno está quase completo
Grande Mestre: Entendo, agora meu jovem volte para Rosan, agora tudo ficará mais difícil.Mas você despertou o setimo sentido não é isso?
-Takeru:Sim,E foi bem dificil........
FIM



Ver perfil do usuário

2 Re: Liberações de Takeru{Sentidos} em Qui Jan 23, 2014 2:13 pm

--Acc, Sentido liberado--



Ver perfil do usuário http://saintseiyalegendrpg2.forumeiros.com

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum